quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Dizendo Adeus ao Ano Velho

Nunca fui de fazer retrospectivas, nem fazer um levantamento de prós e contras no fim de cada ano (sempre achei isso um pouco chato, na verdade). Mas, este ano -não expecificamente este ano- mas este momento, decidi fazer um post de despedida do ano de 2016.

Percebi que a melhor forma de relembrar os acontecidos ( que diga-se de passagem não dá pra lembra de tudo) é através de uma avaliação das fotos. É sério! Eu fui olhar aqui as fotos de 2016, e cada uma me fazia lembrar de um momento específico, que sem ela -a foto- eu não recordaria.

Ta aí um bom motivo para se tirar sempre muitas fotos de cada momento vivido. Nos não apenas o vivemos, mas o eternizamo- nos.

Pois bem, 2016 foi um ano pra lá de complicado. Como diria o filosofo Andrezinho, uma das minhas amadas crianças da primária : ' A vida é uma roda gigante, um dia você está em cima, outro dia você está em baixo.' Simples, porém bem lógico.

2016 foi um ano de despedidas.

 

2016 foi um ano de Aprendizagem.






2016 foi um ano de Saudades.



2016 foi um ano da Zueira.
video


video


2016 foi um ano de Auto Conhecimento.



2016 foi um ano de Amar.





2016 também foi em parte meu.

Foi em parte meu porque também foi seu. Eu deixei uma parte minha nele, você deixou uma parte sua. E assim ele foi construído: de partes se preenchendo e completando esse quebra-cabeça que é a vida. Porque ninguém precisa andar só, mas cada um precisa experenciar e viver  as essencências que só a individualidade pode promover.

Vem 2017, mas vem com calma ,vem sem pressa e sem muitas esperas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário