segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Aprendendo ao Servir na Primária



Há algumas semanas atrás meu bispo chamou me para conversar. E se você é membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, você deve, assim como eu, se perguntar o porquê do bispo esta querendo falar com você do nada!

Assim que entrei na sala já fui logo falando que eu não tinha feito nada,a não ser que eu tenha feito e eu não tava sabendo que fiz e alguém foi contar pra ele que tinha sido eu, entende? 

Mas pro meu alívio a conversa era menos tensa e mais simples que pensei. Na verdade eu estava sendo chamada para receber mais um chamado. Eu tava gostando tanto de ensinar aos jovens na escola dominical que nem imaginei que havia algum outro chamado fora o de professor! Mas na verdade há vida fora da minha sala. Na verdade, eu fiquei bem feliz com meu novo chamado,porém preocupada porque diferente do jovens, que eu trabalhei minha vida toda desde que me batizei, eu nunca tive contato com a Organização da Primária, tipo ,nehuma.

Sim, eu fui chamada para ser Presidente da Primária. Não, não era o termo presidente que me assustava, afinal fui presidente das moças antes de viajar, mas o fato de trabalhar com as CRIANÇAS, me deixou tensa.

Não me entenda mal,EU AMO AS CRIANÇAS. E sempre pensei como seria trabalhar com elas,estar com elas,aprender com elas. Mas nunca tinha tido a oportunidade de servi-lás. Isso me amedontrava. Sabe como é cego em tirotei? Não sabe pra onde correr? bem, essa sou eu na primária. 

Engraçado não saber por onde começar! Como se dar aulas para elas,como são os recursos que preciso utlizar,qual a forma que tenho que falar,quais as melhores formas para cativa-lás. Tudo isso passou na minha cabeça. Mas, depois de pedir ajuda a algumas pessoas comecei a ficar um pouco mais aliviada.

Ninguém melhor,porém, que o Senhor para me acalmar nesta nova etapa. Talvez realmente eu fosse uma "cega no meio do tiroteio", mas jamais perdida. Como membros da Igreja sempre teremos os melhores auxílios para ensinar, e o Espirito Santo é sem sombra de dúvidas a melhor ferramenta do Senhor para nos ajudar.

Hoje me peguei sorrindo ao lembrar do meu primeiro domingo sozinha com as crianças. Como as crianças são maravilhosas,inteligentes, amorosas e puras. Tinha ouvido certa vez as irmãs da ala comentarem sobre a oração de uma criança em específico da nossa ala. Elas tinham dito que a oração desta criança era tão bela que todos tinham o desejo de abrir os olhos para ver se o Pai Celestial estava ali conversando com aquela crianca pessoalmete. Essa criança fez a última oração na classe dos valorosos nesse meu primeiro domingo como presidente, e o meu desejo não foi diferente do mencionado por aquelas irmãs. Que palavras doces estavam sendo proferidas por alguém tão pequeno. Que sutileza e intimidade ele tinha ao orar, uma conversa realmente de filho para Seu Pai.

Surpreende me mais ainda a prepotência que nos adultos temos ao pensar que por termos mais anos de vida,sabemos tanto mais. Em apenas um domingo, percebi o quanto tenho que aprender com crianças de 6 anos sobre meu relacionento com o Pai Celestial. Que privilégio é poder servir à estes seres tão especias e de bônus ainda aprender gratuitamente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário